Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Sexta, 24 de Novembro de 2017

 

22/08/2012

Qualcomm monta centro de tecnologia em São Paulo

Resultado de parceria com Ministério das Comunicações, empresa americana de tecnologia sem fio vai desenvolver aplicações para smartphones e tablets para o Brasil

Rafael Steinhauser, da Qualcomm, e o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo

Esta é a primeira vez que a Qualcomm Incorporated, líder mundial em tecnologia de telecomunicações, faz uma parceria deste tipo na América Latina.  O centro de tecnologia vai ser implantado em São Paulo e irá trabalhar em colaboração com empresas fabricantes. O acordo prevê também a criação de um laboratório de testes. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou que já discutiu com o Ministério da Fazenda a possibilidade de o governo promover desoneração para os novos dispositivos que forem desenvolvidos com o fim de "massificar de forma mais rápida as telecomunicações". E argumentou: "Não vamos abrir mão de receita que já existe, porque estaremos trazendo produção do exterior para cá, permitindo aumento de receita e não redução. E novas fábricas poderão gerar muitos empregos e pagar tributos. É o mesmo tratamento que damos aos computadores, laptopsnetbook e tablet", explicou.


A empresa vai desenvolver chips que operem na tecnologia 4G em todas as faixas de frequência adotadas no Brasil. O foco principal do governo é o meio rural, para onde pretende levar tecnologia de quarta geração com o uso da frequência de 450 mega-hertz, já licitada. "No mundo do celular, como do computador e da TV, tudo está convergindo para o sistema de plataformas operacionais não só abertas, que permitem utilização de aplicativos no mundo inteiro, mas também usando a plataforma com aplicativos em nuvem. O Brasil precisa participar disso também, de forma que o usuário faça acessos com o mundo inteiro, independentemente da marca de seu aparelho", defendeu o presidente da Qualcomm Incorporated, Rafael Steinhauser.


A Qualcomm vai participar também do programa Ciência sem Fronteiras, dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Educação, na concessão de bolsas para estudantes interessados em desenvolver conhecimento nessa área. A americana tem 21 mil funcionários trabalhando em 172 localidades espalhadas por 34 países. A receita ficou em US$ 15 bilhões em 2011, com crescimento de 36% sobre 2010. No primeiro trimestre deste ano o faturamento foi de aproximadamente US$ 5 bilhões, com crescimento de 28% sobre o mesmo período do ano passado, quando investiu US$ 3 bilhões em pesquisas na área de telecomunicações sem fio.


Fonte: Agência Brasil
Fotos: Elza Fiúza/Abr (interna), Marcello Casal Jr/Abr (capa)



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados