Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

23/07/2012

Líderes discutem posição do Paraguai em acordos comerciais

Tribunal do Mercosul deu até quinta feira para país apresentar documentação e conselho da Unasul se reúne hoje em Lima para discutir a situação do país

Salomón Lerner Ghitis, presidente do conselho da Unasul

O governo do Paraguai tem até quinta-feira para apresentar todos os documentos necessários ao Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul, na tentativa de anular sua suspensão do bloco, definida no mês passado. A decisão foi tomada no último sábado pelo tribunal, que atendeu pedido de autoridades paraguaias. Na ação encaminhada ao tribunal, o governo do Paraguai pede não só a anulação da suspensão do Mercosul, como também a da incorporação da Venezuela ao bloco.


E hoje, em Lima, capital do Peru, o conselho do grupo de alto nível da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) está reunido para discutir a situação do país no acordo. Segundo o presidente do grupo, o peruano Salomon Lerner Ghitis, a agenda tem três objetivos básicos: manter a "unidade política" dos países da Unasul, evitar que o povo paraguaio sofra um "colapso socioeconômico", e assegurar o cumprimento dos direitos civis fundamentais durante o processo de transição até a eleição de um novo governo. "Não sabemos quanto tempo será necessário, mas esse é o nosso objetivo central: a unidade política de todos os países da Unasul", disse ele. É a primeira reunião do Grupo de Alto Nível da Unasul para o monitoramento e a avaliação da situação no Paraguai. O grupo é coordenado pelo Ministério das Relações Exteriores do Peru.


Por decisão dos presidentes sul-americanos, o Paraguai foi suspenso não só da Unasul como também do Mercosul. Para os líderes da região, o processo de impeachment do então presidente Fernando Lugo, em junho, envolveu a ruptura da democracia. Os paraguaios negam irregularidades, e afirmam que o processo de impeachment, aprovado em menos de 24 horas pela Câmara e pelo Senado do Paraguai, seguiu o determinado pela Constituição do país.


Integram o grupo os embaixadores Glenn Alvares (Suriname), Rodolfo Mattarollo (Argentina) e Guillerme Patriota (Brasil) e Lorena Escudero (Equador), além de Arthur Fermandois (Chile).


 


Fontes: Agências Brasil e Andina


Foto: Salomón Lerner Ghitis, presidente. ANDINA/Luis Iparraguirre



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados