Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

Hotel em Lisboa, trens na China

E mais: puros em Havana, uma brasserie em Paris e Leonardo em Londres

Marco Rezende
Hotel Corinthia, em Lisboa: meetings de graça

Hotelaria


Como falar a língua brasileira em Lisboa


O Corinthia Hotel de Lisboa, propriedade de um grupo de  investidores líbios, passou por um lifting geral e ganhou um spa de classe mundial. O hotel fica perto da Praça de Espanha, na zona financeira, perto da Fundação Calouste Gulbenkian e da loja El Corte Inglés, e com vista para o Parque de Monsanto e o Aqueduto das Águas Livres. Os hóspedes dos andares executivos têm café da manhã privativo no clube executivo da cobertura, onde uma mesa de docinhos, sanduíches  e bebidas fica armada durante a tarde. Em vários períodos do ano, há promoções oferecendo serviços de reuniões grátis para hóspedes pagantes do hotel – incluindo salas equipadas, coffe break, celulares para os participantes, infraestrutura digital, etc. Os hóspedes brasileiros são acolhidos pessoalmente pela diretora de Relações Públicas, Beth Jardel, viúva do ator Jardel Filho, há décadas morando em Lisboa. www.corinthia.pt


 


MÍDIA


Cuide-se, CNN


Executivos que trabalham no Oriente Médio e no mundo árabe em geral habituaram-se a seguir a ótima programação em inglês da rede de televisão Al Jazeera, controlada pela família real do Qatar. O agudo e independente olhar local ao acompanhar as crises que varrem países como Tunísia, Líbia, Egito, Síria e Iemen atrai quem busca alternativas à BBC e à CNN. A partir do começo de 2012, Al Jazeera terá concorrentes na região. Quem ligar a televisão (ou a internet) em hotéis do mundo árabe vai encontrar novidades como a Sky Arabia, parceria entre a British Sky Broadcasting (leia-se Rupert Murdoch) e o grupo Abu Dhabi Media Investment, controlado pelo sheik Mansour bin Zayed al-Nahyan, da dinastia que manda no emirado. E o príncipe Walid bin Talal, bilionário saudita que controla o império de mídia Rotana, associou-se à Bloomberg na rede Alarab. Os grandes satãs ocidentais também ocupam espaços: a Grã-Bretanha lançou, há algum tempo, a BBC Arabic Television, e os Estados Unidos financiam a rede Al Hurra.


 


Vinhos


Tintim, TAP


Wines oN the Wing, ranking anual da revista Global Traveler para avaliar os vinhos servidos nas principais companhias aéreas do mundo, escolheu a TAP – presidida pelo brasileiro Fernando Pinto – como uma das Top Five na categoria de vinhos na classe executiva. Um painel de 31 jurados reuniu-se em Nova York para provar 136 vinhos servidos na primeira classe e na executiva de 28 empresas internacionais. Os vinhos portugueses se saíram bem: o Casa de Santar Reserva 2007, um D.O.C. da região do Dão, foi apontado como o melhor tinto servido na executiva em voos internacionais. O Luis Pato 2010 ganhou terceiro lugar na categoria espumantes. O Paulo Laureano Reserva 2010, branco D.O.C. alentejano, foi considerado o quarto melhor vinho. www.flytap.com


 


Gastronomia


Paris de antigamente


A 30 metros da Place de la Concorde, em Paris, onde a guilhotina funcionava a toda durante a Revolução Francesa, no número 2 da Rue Cambon, há uma brasserie que exige certo esforço para ser achada: Les Flottes, literalmente uma descoberta. Pequena, cotovelo-contra-cotovelo, informal, garçons extraordinariamente gentis. Comida tradicional com raízes na Auvergne, o que significa pato de todos os jeitos, foie gras, mas também um bife tartar que faz jus ao nome e, sobretudo fora do verão, frutos do mar fresquíssimos. Pontos altos: Michel, chefe da brigada de garçons, pesquisa pequenos produtores de vinho nas melhores regiões e costuma sugerir grandes garrafas com excelente relação custo-benefício. E o oeuf dur mayonnaise da casa ganhou o prêmio de Melhor de Paris em 2011. Típico dos velhos cafés e bistrôs de operários, o ovo cozido coberto de maionese sumiu das casas de repasto mais abonadas até pelo custo (e preço final) baixo demais. O prêmio anual é dado por gastrônomos tradicionalistas que criaram uma espécie de ONG para evitar a extinção do prato, a Association pour la Sauvegarde de l´Oeuf Mayo (Asom). www.brasserie-flottes.fr/restaurant


 


Arte


Leonardo na corte londrina


A exposição Leonardo: Pintor na Corte de Milão reúne, pela primeira vez, na National Gallery de Londres, a maior parte dos poucos quadros conhecidos do artista, graças a empréstimos inéditos de museus como os do Vaticano e o Hermitage, de São Petersburgo. As duas versões da Virgem dos Rochedos – a da National Gallery e a do Louvre – podem ser vistas lado a lado pela primeira vez. Também faz parte da mostra uma reprodução em tamanho natural do imenso afresco A Última Ceia, pintado por Leonardo da Vinci na parede do refeitório dos dominicanos em Milão. A mostra, que adquiriu ares de evento pop, com frenesi em busca de ingressos, termina em 15 de fevereiro. A venda de ingressos pela internet (que garantia até horário de entrada na exposição) está esgotada, mas algumas centenas de bilhetes são postas à venda nos guichês todas as manhãs. Fila de três horas para comprar e mais três para entrar. http://www.nationalgallery.org.uk/whats-on/exhibitions/leonardo-da-vinci-painter-at-the-court-of-milan


 


Aviação


Falência, vírgula


Com patrimônio negativo, a American Airlines fez o que toda empresa séria faria: pediu concordata preventiva para reorganizar suas finanças e refinanciar sua imensa dívida (29 bilhões de dólares, para um patrimônio de 26 bilhões).


Com quase 900 aviões, a AA transportou 100 milhões de passageiros no ano passado e domina o mercado entre a América Latina e os Estados Unidos. Nenhum voo foi ou deverá ser cancelado por causa da concordata, e o programa de modernização da frota continua. Como muitas outras grandes empresas americanas antes dela, a companhia aérea que tomou o lugar da venerável Pan Am no imaginário coletivo no papel de símbolo da aviação deverá sobreviver à turbulência financeira. www.aa.com


 


Charutos


Visite Cuba...


Na última semana de fevereiro, realiza-se em Cuba o 15º Festival del  Habano, ou seja, a festa do charuto cubano. Dificilmente, Fidel Castro (ou Raul, o primeiro irmão) dará o ar da graça, como fazia nas primeiras edições, mas quem for à capital cubana poderá degustar charutos fresquíssimos em formatos especialmente confeccionados para o evento, além de testemunhar, se não o início da democracia de mercado, pelo menos o início do fim da economia estatal. No programa, além de visitas à zona de produção de Vuelta Abajo, jantares gastronômicos e até um concerto no Teatro Karl Marx. www.habanos.com


 


Trens


O Expresso de Xangai


Até o fiM de 2012, metade da nova rede chinesa de trens de alta velocidade – planejada para 30 mil quilômetros no total – estará pronta. A rota entre Beijing e Xangai está operando no sistema e já é competitiva com o avião. Os 1.300 quilômetros do trajeto são percorridos em cinco horas, à velocidade de até 312 quilômetros por hora, segundo mostram os painéis eletrônicos instalados nas extremidadades de cada vagão. Tudo foi feito à chinesa: trens modernos e confortáveis (nas três classes), estações moderníssimas, serviço de bordo gentil e acolhedor.



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados