Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Sábado, 25 de Novembro de 2017

 

Brasil Foods vai às compras na Argentina

Depois de obter lucro líquido extraordinário no primeiro semestre de 881 milhões de reais – 279% maior que em 2010 – e de ganhar a aprovação do Cade para a fusão que lhe deu origem, entre Perdigão e Sadia, a BRF-Brasil Foods parte para ampliar sua presença no Mercosul.

Lilian Primi
Frigorífico da BRF-Brasil Foods: apetite para crescer

 A empresa brasileira anunciou a aquisição de dois terços das ações do grupo avícola argentino Avex e, em parceria com os novos sócios, da Flora Dánica, produtora de molhos, margarinas e produtos de panificação. A aquisição faz parte da estratégia de internacionalização da empresa, que em agosto já tinha anunciado a inauguração, no início do próximo ano, de uma fábrica nos Emirados Árabes. As aquisições na Argentina representam um investimento de cerca de 150 milhões de dólares e garantem à BRF um pé no mercado do maior concorrente brasileiro na produção de alimentos, em especial de carnes.


Para aprovar a fusão da Sadia com a Perdigão, o Cade determinou uma série de ajustes, incluindo a venda de unidades e a suspensão temporária de marcas, com o propósito de evitar uma concentração excessiva do mercado brasileiro nas mãos de apenas um grupo. Estas operações de venda, aliás, foram em parte responsáveis pelo grande lucro obtido pela empresa no segundo trimestre. A BRF não pode mais fazer aquisições no Brasil, em consequência do acordo firmado com o Cade. Para crescer aqui, ela terá de ampliar as plantas que já tem. Nada mais natural que dirija, então, seu apetite para fora.


Segundo o comunicado que anunciou as aquisições, o Grupo Dánica, com sede em Buenos Aires e 689 funcionários, é líder na produção de margarinas no país vizinho. Em 2011, faturou 122,7 milhões de dólares, com vendas de 68,3 mil toneladas. A Avex emprega 494 funcionários e é o sexto maior produtor local de frango, com 4% de market share. Com sede na cidade de Rio Cuarto, na província de Córdoba, produz frangos inteiros, cortes, resfriados e congelados, vendidos principalmente no mercado interno (70%). Em 2010, faturou 66,8 milhões de dólares, atingindo vendas de 41,5 mil toneladas. A BRF atuava no mercado argentino até agora por meio de uma unidade da Sadia, que terá suas atividades incorporadas às empresas adquiridas. O comando das operações ficará a cargo de gestores locais.


A BRF é uma das maiores produtoras e exportadoras de derivados de carne do mundo, emprega 116 mil funcionários diretos, processa diariamente 6,7 milhões de aves, 37 mil suínos e 2 mil bovinos. Com vendas para 140 países e fábricas no Brasil, Argentina, Holanda e Reino Unido, a companhia é a terceira maior exportadora brasileira.



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados