Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Quarta, 23 de Maio de 2018

 

Primeiro cliente

Diego conta como uma empresa iniciante de tecnologia da informação decidiu fincar bandeira na capital financeira da Europa

DIEGO EICK MOREIRA*
Diego Eick Moreira é o managing director da Pandorga Technologies UK.

Além de ser a cidade mais populosa e importante do Reino Unido, Londres é também o centro financeiro da Europa. A vibrante diversidade cultural, o contraste do antigo e do moderno e a presença das maiores organizações globais fazem de Londres um caldeirão de ideias, onde novos conceitos e produtos são criados e levados ao mercado em semanas... “faster and faster!” E, acreditem, o ambiente de negócios mais eficiente aqui são os pubs. É lá, fora da formalidade dos escritórios, que as relações efetivamente se consolidam, entre uma pint e outra (pint é um copo de 568 ml de cerveja!).


Será que vim parar em Londres somente pelas cervejas? Diria, em parte... Sou cofundador da Pandorga Tecnologia, uma empresa porto-alegrense de desenvolvimento de software. Fundada em 2006, a Pandorga destacou-se no processo de incubação da TecnoPUC, mantendo uma taxa média anual de crescimento em torno de 100%. Já na concepção, tínhamos o sonho de tornar a empresa global. Transformado em plano, o sonho começou a deslanchar em 2008, quando passamos a participar de feiras internacionais de tecnologia, como a Cebit em Hanover (Alemanha). Foi quando encontramos as concorrentes dos Brics e percebemos as grandes barreiras de entrada no mercado europeu. Faltava networking, faltava conhecimento da cultura local, faltava um primeiro cliente!


OK, let’s think simple! O plano mudou: passou a ser o de enviar um representante para viver, estudar e trabalhar fora do país por alguns meses, mergulhar na cultura local e fazer os contatos necessários para chegar ao primeiro cliente. E não é que funcionou? Em menos de seis meses, já havíamos firmado uma parceria para a complementação de serviços com uma grande empresa de tecnologia. Em maio deste ano, apenas 12 meses após o início do novo plano, a Pandorga inaugurou seu escritório na City – o centro financeiro e de negócios de Londres. Fechamos, também, um novo contrato com um grupo de investidores da Europa e Ásia, visando ao desenvolvimento de software para dispositivos móveis (iPhone, iPad, Windows Mobile) e IP Phones.


Muitos investimentos foram feitos para nos adequarmos às exigências do mercado britânico, especialmente em qualidade e comunicação. Para resolver a barreira do idioma, padronizamos o inglês como idioma oficial da empresa, mesmo na sede brasileira; todos os assuntos internos, reuniões, documentos etc. são tratados em língua inglesa. O sucesso é reflexo do esforço de cada um dos nossos funcionários. Só eles sabem como foi desafiador discutir futebol em inglês no cafezinho. Outro fator de sucesso foi o apoio incondicional do Sebrae e das agências britânicas de atração de investimentos, a UK Trade & Investment (UKTI) e a London & Partners.


O espetacular verão londrino de duas semanas não me assusta mais; muito menos os meses de inverno, quando a gente esquece que existe uma estrela chamada Sol. Londres é uma cidade organizada, vibrante e sempre rápida, com pessoas muito educadas, éticas e justas. Que lugar seria melhor para dar esse primeiro grande passo? E agora, qual será o próximo?



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   A bigger share, please?
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados