Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Quarta, 22 de Novembro de 2017

 

31/05/2011

Joias brasileiras são apresentadas em Las Vegas

Vinte e uma empresas de joias vão expor o melhor da joalheria brasileira em duas das maiores feiras internacionais do segmento

Vinte e uma empresas de joias e gemas vão expor o melhor da joalheria brasileira em duas das maiores feiras internacionais do segmento, a JCK Las Vegas e a Couture Jeweler, em Las Vegas. A inserção cada vez mais constante das joias brasileiras no mercado internacional é resultado do PSI – Programa Setorial Integrado de Apoio às Exportações, coordenado pelo IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos e pela Apex/Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

A indústria joalheira do Brasil vem se consolidando internacionalmente, ampliando sua participação nas feiras e batendo recordes de exportação. De acordo com dados do IBGM, as exportações atingiram no primeiro quadrimestre deste ano o montante de US$ 865 milhões, 26% a mais que no mesmo período do ano passado, colocando o Brasil em destaque. Os Estados Unidos é o principal país comprador, responsável por 49% do que é comercializado no exterior.

O crescente desempenho e reconhecimento das pedras brasileiras são favorecidos por características únicas como o colorido das pedras, a mistura de materiais nas joias e o design alegre e inovador, motivo de reconhecimento e prêmios mundo afora. Outra vantagem é a variedade das pedras e gemas coradas encontradas em solo brasileiro: são mais de 100 espécies, em especial nos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso, Bahia e Pará.

Diversidade

Entre as gemas brasileiras mais valorizadas estão o topázio imperial, os diversos tipos de turmalina, esmeralda, alexandrita e água-marinha, além do diamante, da safira e do rubi.

A turmalina paraíba, produzida inicialmente somente no Estado do mesmo nome,  é conhecida pela sua raridade e beleza, pois é de um azul incomparável. Devido as suas peculiaridades e raridade, pode ultrapassar o valor de US$ 25 mil o quilate. Atualmente, a turmalina paraíba também é encontrada na África. 

JCK Las Vegas 2011

A feira, uma das mais tradicionais do setor, reúne expositores do mundo todo e se apresenta como uma grande oportunidade de negócios. As empresas brasileiras participam do “Luxury” um espaço especial dentro da feira, com exposição do que há de melhor em joalheria, que será aberto primeiro para convidados e posteriormente para o público em geral.

Participam da JCK Luxury as empresas FR Hueb, Denoir, Vancox, Bruner, Preziose, Vianna, Antonio Bernardo e Brazil Boutique. No segmento gemas, participam a Miranda Gems, Colorgems, Ben Sabbagh, Belmont, JS Gems, Pinkstone, e RC Gemas.

A JCK Las Vegas acontece de 3 a 6 de junho, e o “Luxury”, de 31 de maio a 2 de junho, no Mandalay Bay Hotel and Convention Center, das 10h às 18h.

Couture Jeweler 2011

A Couture Jeweler tem o foco em alta joalheria e marca. Além da realização de negócios, são apresentadas tendências e designers inovadores a um público formador de opinião.

O Brasil estará presente através das empresas Brumani, Vianna, Brazil Boutique, FR Hueb, Bruner, Antonio Bernardo, Goldesign, Yael Sonia, Mary Essses, Carol Kauffmann e Carla Amorim. A feira acontece de 2 a 6 de junho, das 9h às 18h, no Hotel Wynn.

Com informações da Apex-Brasil


28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados