Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Quarta, 20 de Junho de 2018

 

11/05/2011

Itamaraty mostra preocupação com modificação de preferências da UE

A proposta da Comissão Europeia de excluir países emergentes SGP poderá levar à maior concentração de bens primários nas exportações, diz órgão

A proposta da Comissão Europeia de excluir países emergentes como Brasil e China do Sistema Geral de Preferências (SGP) do bloco econômico poderá levar à maior concentração de bens primários nas exportações do Brasil para a Europa, avalia o Itamaraty. Em comunicado emitido na terça, o Ministério das Relações Exteriores informou que o governo brasileiro recebeu “com preocupação” a medida.

De acordo com a nota, o governo brasileiro continuará a examinar as implicações econômicas, comerciais e jurídicas da proposta e manterá contatos com as autoridades europeias a respeito do assunto. A Comissão Europeia propôs que os países classificados pelo Banco Mundial, nos últimos três anos, como de renda alta ou renda média-alta deixem de ser beneficiados pelas tarifas menores concedidas pelo SGP a partir de 2014.

O Itamaraty reconheceu que a medida prejudicará o Brasil, cujos produtos de maior valor agregado deixariam de entrar na União Europeia (UE) com as preferências comerciais do SGP. “Com base nos dados atuais, os critérios propostos resultariam na exclusão do Brasil, entre vários outros países, do regime”, informou.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, a exportação de bens industrializados será afetada, o que pode ter reflexos no emprego nas fábricas brasileiras. A medida também prejudicaria os investimentos europeus no país, principalmente os do setor automotivo. “A participação do Brasil no SGP assegura diversidade de fontes de suprimento para a UE. A eventual exclusão do país poderá levar a aumento de custos para produtores e consumidores europeus”, destacou o comunicado.

O Itamaraty informou ainda que os critérios adotados na reforma do SGP criam distorções e não beneficiará apenas os países de menor desenvolvimento relativo. “A manutenção de economias altamente competitivas na reforma proposta põe em dúvida a adequação dos critérios adotados”, criticou o comunicado.

Com informações da Agência Brasil


28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   A bigger share, please?
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados