Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

Charutos com vista em Pequim

Dicas para uma viagem mais tranquila

MARCO REZENDE
The Courtyard: vista para A Cidade Proibida


ABERTO NOS ANOS 90 por um advogado sino-americano, The Courtyard é um precursor da alta gastronomia fusion em Pequim. Bastaria isso para acender o sinal amarelo – ninguém deveria perder tempo com comida fusion na terra da fabulosa comida chinesa. Mas The Courtyard tem algumas armas secretas. Instalado num sobrado de tijolos cinza, ao lado das muralhas da Cidade Proibida, ele se mistura com o que sobrou de antigo ao seu redor. Dentro, porém, é o triunfo do design contemporâneo. Mais que pela comida, o lugar vale pelo ambiente, pelo beautiful people que o frequenta na happy hour e pelo bar no segun­do andar, com vista para os palácios e templos da Cidade Proibida. A China é um dos últimos lugares do planeta onde ainda é possível fumar em quase toda a parte, e o The Courtyard, para delícia de quem aprecia charutos, oferece um acolhedor cigar room com confortáveis poltronas de couro. (www.courtyardbeijing.com)


MARRAKESH


O luxo árabe


O PRÍNCIPE ITALIANO Fabrizio Ruspoli – príncipe mesmo, daquelas antigas famílias tituladas da corte pontifícia – com­prou, reformou e decorou talvez o mais charmo­so ryad de Marrakesh. Dentro das muralhas da Medina (a parte antiga da cidade, onde fica o mercado, souk), a mansão com jardim ganhou ares de luxuoso palácio de sultão, com uma dúzia de suítes refinadas e uma piscina. Chama-se La Maison Arabe e é mais fácil ver por lá celebri­dades que executivos. O preço começa em 200 euros por dia, o que não chega a ser um exagero. (www.lamaisonarabe.com)


AVIAÇÃO


A Star Alliance abre as suas assas


A TAM E a Continental Airli­nes, parceiras na Star Alliance, fizeram um acordo de code-sharing. O negócio inclui rotas internas no Brasil e as ligações entre a América do Sul e os Estados Unidos.


No segundo semestre, a American Airlines vai adicionar mais 11 voos por semana nas ro­tas Brasil−Estados Unidos. Entre eles, o primeiro voo direto Rio de Janeiro−Nova York por uma companhia americana e um novo voo entre Brasília e Miami.


A United Airlines, uma das maiores empresas aéreas do mundo (faz 3 400 voos diários), passou a voar também para a África, ligando Dallas a Accra, capital de Gana, um dos países africanos mais ricos (agricultu­ra e recursos minerais). (www.staralliance.com/pt/)


PARIS


O rei dos bistrôs


O VENERANDO GUIA Michelin ainda é a referência dos gastrônomos – mas trata de restaurantões. Para a comida de todo dia, a famosa comida dos bistrôs, ninguém bate o Le Petit Lebey des Bistrots Parisiens, guia atualizado anualmente por uma equipe própria. Seu prêmio para o melhor de Paris foi dado este ano ao bistrô Claude Colliot, aberto em novembro de 2009. (Restaurant Claude Colliot, 40 rue des Blancs-Mante­aux, Paris IV. (site em construção)


VIAGEM SEGURA


Como viajar sem roubadas 


A JORNALISTA SARAH Pascarella, do site SmarterTravel.com, depois de ouvir especialistas em segurança e viajantes frequentes, fez uma lista de cinco pontos a ser observados para quem quer evitar roubo em viagem. São medidas simples e eficazes:


• O QUE NÃO LEVAR – Não leve na bagagem coisas vistosas, que pareçam chiques e caras ou chamem a atenção. É muito melhor ser um a mais na multidão do que se destacar no meio dela. Não dê na vista, enfim.


• O QUE LEVAR – Cópia do passaporte e outros documentos importantes, guardados em lugares separados. Cabo de aço com cadeado para amarrar o laptop ou a mala em hotéis que não ofereçam cofre no quarto. E seguro-viagem que cubra roubo.


• NA RUA OU em viagem – Só você é responsável por suas coisas. Não carregue muitos volumes e bolsas e, sobretudo, não relaxe em lugares públicos nem caia na esparrela de beber com estranhos. Aliás, por falar em estranhos, não aceite ofertas para fazer câmbio na rua. Esconda dinheiro, cartões de crédito e documentos. Uma boa ideia é ter uma carteira exclusiva para entregar a um eventual ladrão, com um pouco de dinheiro e, quem sabe, até com falsos cartões de crédito, aqueles com nomes fictícios que os bancos enviam como ferramenta de marketing.


• NO HOTEL – Menor o preço, menor a segurança. Mesmo nos mais caros, avalie se o cofre oferece proteção adequada (os que têm segredo digital são melhores que os de chave). Nunca deixe o sinal “Favor arrumar o quarto” do lado de fora: é um aviso que você não está no quarto. Faça o contrário: quando sair, pendure o Do not disturb na maçaneta.


• * SE FOR roubado – Faça BO, vá ao consulado mais próximo com a cópia do passaporte, avise imediatamente as empresas dos cartões de crédito. E não deixe que o incidente destrua sua viagem.




28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados