Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

Vancouver

Diversas alternativas de turismo na cidade que tem como meta ser a mais verde do mundo.

Fernando Jacques de Magalhães Pimenta
Jardins de Butchart: joia da capital Victoria

Vancouver, no Canadá, tem por meta ser a cidade mais verde do mundo até 2020. Com mais de 200 parques, circundada pelo Oceano Pacífico e montanhas, a cidade, situada na costa oeste canadense, preza pela natureza e qualidade de vida. Com 2 milhões de habitantes na área metropolitana, seus habitantes vão ao trabalho de bicicleta, pelas ciclovias, e se preocupam em consumir comida orgânica e saudável. Muitos usam o SkyTrain (metrô de superfície) local, um meio de transporte rápido, seguro, confortável e não poluente. O trecho que liga o aeroporto ao centro foi inaugurado para os Jogos Olímpicos de Inverno 2010, que projetaram a cidade para o mundo em fevereiro deste ano. Com tantas alternativas de parques, sempre haverá um no roteiro, qualquer que seja o tempo disponível. Se for possível escolher a época do ano, a colorida primavera ou o outono, com a infinidade de tons marrons das folhas das árvores, são as estações mais indicadas para conhecer a cidade. Esse roteiro foi preparado especialmente para a Revista PIB por Fernando Jacques de Magalhães Pimenta, cônsul-geral do Brasil em Vancouver.


 


Se tiver algumas horas...


UM TOUR POR DOWNTOW Vancouver, o centro da cidade, com atenção especial para Gastown, a parte histórica que tem como marca registrada o relógio a vapor, além de muitas lojas com produtos típicos. A seguir, uma volta por Yellowtown, uma área na orla com muitos restaurantes e, por fim, o Stanley Park, um dos maiores do mundo, com seus mais de 400 hectares e 200 quilômetros de trilhas. Junto a ele fica a praia de English Bay, a mais famosa da cidade, que oferece também uma pista para belas corridas, caminhadas e passeios de bicicletas.


 


Se tiver o dia inteiro...


CONHEÇA, TAMBÉM, A ROBSON STREET, no centro, famosa por suas lojas e bem próxima da Vancouver Art Gallery. Para o almoço, três recomendações próximas: o italiano Don Francesco, o francês Le Crocodile e a brasileira Samba Brasil Steak House. Outras atrações, fora do centro, são o parque Queen Elizabeth, com sua vista privilegiada da cidade, a ponte suspensa de Capilano, em North Vancouver, e os campi das universidades da British Columbia e Simon Fraser (esta em Burnaby, na Grande Vancouver).


 


Se tiver o fim de semana inteiro...


COM DOIS DIAS, RESERVE um deles para Vancouver e outro para ir até Victoria, capital da Columbia Britânica. Victoria fica na ilha de Vancouver, a 110 km da cidade. Sua principal atração são os jardins de Butchart. Outra bela opção é o Museu Real. Quanto a Vancouver, a cidade oferece uma agenda intensa de festivais de música e cinema. Sua celebrada Orquestra Sinfônica é um destaque. Com uma noite livre, inclua no roteiro uma visita ao restaurante Seasons in the Park, que fica no parque Queen Elizabeth. Reserve uma mesa na janela com vista para o skyline da cidade.



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados