Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Sexta, 24 de Novembro de 2017

 

01/05/2009

Petrobras extrai o primeiro óleo de Tupi

O presidente Lula recebeu, no Rio, uma amostra do petróleo retirado de poço de mais de 5 quilômetros de profundidade

Gabrielli e Lula com amostra do primeiro óleo extraído do campo de Tupi

A Petrobras começou hoje a extrair óleo do campo de Tupi, na camada pré-sal da Bacia de Santos.

De manhã, a bordo do navio-plataforma Cidade de São Vicente, a 290 km do litoral, foram retiradas amostras de óleo do poço 1-RJS-646, a uma profundidade total de 5.313 metros - dos quais mais de 2 mil metros até o fundo do mar, e o restante perfurado a partir do leito marinho, incluindo 2 mil metros em camada de sal.

À tarde, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, uma amostra foi entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que participou do evento no navio-plataforma pela manhã.

Lula também deveria ter ido a bordo do Cidade de São Vicente, mas as condições do mar na região desaconselharam a viagem, por razões de segurança.


Teste de Longa Duração

As cerimônias marcaram o início do Teste de Longa Duração (TLD) do campo de Tupi, que tem um volume estimado de óleo equivalente (compreendendo petróleo e gás) entre 5 e 8 bilhões de barris - a maior jazida de petróleo já descoberta no Brasil.

De acordo com nota da Petrobras, o TLD vai durar 15 meses, ao longo dos quais o navio-plataforma Cidade de São Vicente vai recolher informações técnicas necessárias para a exploração dos reservatórios da Bacia de Santos. O navio ficará ancorado em águas com 2.140 m de profundidade e pode processar até 30 mil barris de petróleo por dia.


Projeto-piloto

A etapa seguinte ao TLD, prevista para começar no final do 2010, é o projeto- piloto de Tupi, durante o qual serão produzidos 100 mil barris de óleo e 4 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

No ano passado, a Petrobras já havia posto em produção o primeiro poço da camada pré-sal, mas em outro campo - o de Jubarte, na Bacia do Espírito Santo, que serviu de piloto para o começo da exploração de Tupi. As condições de Jubarte são menos exigentes do que as de Tupi - profundidade de menos de 1.500 m, uma camada de sal de 300 m e uma distância do litoral de apenas 77 km.

fotos: Agencia Petrobras de Notícias, Steferson Faria (home)



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados