Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

03/03/2009

Reuters: Fitch vê o Brasil com vantagens para enfrentar a crise

Para a agência de classificação de riscos, a política macroeconômica brasileira se destaca

O Brasil está em melhor posição para enfrentar a crise mundial do que outros países com classificação de risco semelhante, disse em São Paulo uma analista da Fitch Ratings, segundo a Reuters (Brasil, mejor posicionado ante crisis global: Fitch, 3/3/2009).

A agência de notícias informa que Shelly Shetty - a diretora da Fitch encarregada da análise de risco dos países da América Latina - citou algumas das vantagens brasileiras: a flexibilidade do Banco Central, o nível elevado de reservas internacionais, a diversificação das exportações e o fato de ter uma economia mais fechada do que seus vizinhos.

"A política macroeconômica  é um ponto alto (do Brasil) em relação a seus pares", disse a executiva, citada pela Reuters.

A Fitch Ratings estima que a economia brasileira poderá crescer até 1,5% este ano. Na avaliação da empresa de classificação de riscos, o Brasil tem o grau BBB-, o mais baixo do chamado grau de investimento.



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados