Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 22 de Abril de 2018

 

Dez 2008/Jan 2009

África: voando perigosamente

Empresas do continente são maioria nas listas de risco

Voar é cada vez mais seguro - mas não na África e em certas regiões do globo. Segundo dados da International Airline Passenger Association (Iapa), a média de acidentes com aviões construídos no Ocidente - que transportam 90% do contingente mundial de passageiros - caiu pela metade entre 1996 e 2005, ano em que, para cada 4 milhões de vôos, houve um acidente com morte.

Mas na África acontecem cem vezes mais acidentes de avião que nos Estados Unidos. Não é à toa que a esmagadora maioria das empresas aéreas na lista negra do Departamento de Transportes da União Européia - e proibidas de voar na Europa - é africana. Fazem parte da lista também as companhias nacionais da Indonésia (Garuda), do Afeganistão (Ariana), da Coréia do Norte (Air Koryo) e de Angola (TAAG). Se tiver dúvidas sobre a empresa em que voará, consulte a lista européia.



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   A bigger share, please?
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados