Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Domingo, 21 de Janeiro de 2018

 

Viagem Executiva

Malta a ilha da fantasia. Finanças, fé e balada.

Marco Rezende
Malta: no circuito das finanças e point do momento

TECNOLOGIA I - BYOD – o seu tablet na empresa


Segundo estudo da Forrester, consultoria americana de negócios e TI, haverá, em mais dois anos, cerca de 175 milhões de smartphones e 60 milhões de tablets em uso no mundo corporativo. Atualmente, cerca de 70% dos aparelhos usados no ambiente de trabalho são de propriedade pessoal dos executivos – fenômeno batizado de “byod” ou bring your own device –, que querem estar conectados o tempo todo e em toda a parte. Para as empresas, a economia gerada pelo “byod” é evidente (compra e suporte). Mas como nada é perfeito, elas penam com a falta de padronização dos aparelhos e, sobretudo, com a incapacidade de proteger completamente o tráfego de dados que saem dos seus servidores para os dispositivos móveis. As principais operadoras americanas e europeias trabalham para criar aplicativos para os smartphones que permitam a separação da parte profissional da privada (contatos, por exemplo), padronização e gestão a distância das plataformas e blindagem dos dados. Apple, Google e Samsung também estão pesquisando soluções embarcadas nos produtos novos.


TECNOLOGIA II - My name is Drive, Pen Drive


Protegido por uma carapaça emborrachada antichoque, o pen drive RuggedKey LaCie topa qualquer parada: quedas de até 100 metros, frio polar, calor africano, água, poeira e o que mais vier. Tem interface USB 3.0 que garante transferência rápida de dados, capacidade de 16 a 32 giga e pesa 30 gramas. A partir de 39,99 dólares nos EUA.


www.lacie.com


ILHA DA FANTASIA - Finanças, fé e balada


A República de Malta, pequeno arquipélago mediterrâneo entre a ilha italiana da Sicília e a Tunísia, só ficou independente (da Inglaterra) em 1964, e só foi aceita na União Europeia em 2004. É minúscula: tem 316 quilômetros quadrados de território rochoso e população de 408 mil habitantes, o que lhe dá uma densidade demográfica recorde.  A densidade de homens de negócio e turistas também é alta: Malta entrou no circuito dos centros financeiros regionais e recebe, por ano, um contingente de visitantes equivalente ao triplo de sua população. Bons hotéis, a fama crescente da sua balada noturna, preços moderados e um mar cristalino ajudaram a colocar Malta na lista dos destinos do momento. O mundo se interessa pelas ilhas há tempos: o arquipélago já foi fenício, grego, romano, sarraceno, otomano, napoleônico e britânico. O apóstolo Paulo naufragou nas suas águas, e sua população, até hoje, é muito católica. É o único país do mundo, juntamente com as Filipinas, a proibir o divórcio.


CULTURA - 5 roubadas evitáveis no exterior


Nas grandes metrópoles há tanta arte acumulada nos museus e tanta beleza em teatros e salas de concerto que não vale a pena desperdiçar tempo precioso com emoções baratas, certo? Aqui vai uma pequena lista de programas semiculturais que se popularizaram mundo afora, num circuito de igrejas, auditórios alternativos e locais francamente esquisitos, que estão para o enlevo estético assim como o McDonald's está para a gastronomia. São programas que é melhor evitar:


:: Concertos anunciados em cartazetes colados a esmo, dando destaque a peças musicais que caíram na vala comum do clássico pop, como Réquiem, As Quatro Estações, Carmina Burana... Se vir um anunciando Maria Callas, é bom saber que ela morreu em 1977. No máximo, trata-se uma soprano anônima tentando atrair público com um repertório semelhante ao da diva.


:: Exposição As Máquinas de Leonardo. Humm, você já viu isso em algum lugar...


:: "Museu da Tortura". Existe um em toda cidade europeia, em geral num porão adaptado, cheio de correntes e chicotes pendurados. Engodo.


:: "Museu de Cera". Qual é a graça em ver o casal Brad Pitt-Angelina Jolie, um Putin, uma Lady Gaga ou um Bin Laden de cera que são terrivelmente parecidos com Brad e Angelina, Putin, Lady Gaga e Bin Laden feitos de cera?


:: "Museu do Erotismo". Se você 
tem internet de banda larga, já viu tudo nesse setor.  Em outras palavras: parece loja de artigos eróticos tentando ser aceita na avenida principal.


AVIAÇÃO - Embraer na Ásia


A Embraer vendeu quatro jatos 190 zero-quilômetro e dois 170 usados para a Azerbaijan Airlines, num negócio perto de 180 milhões de dólares. Os jatos fabricados em São José dos Campos (SP) vão substituir turboélices e operar rotas domésticas e internacionais a partir do aeroporto de Baku, capital do país asiático.


747 da Delta no Brasil


Para os fãs que, há décadas, consideram o Jumbo da Boeing o melhor avião do mundo, a boa notícia é que a americana Delta planeja aumentar em 30% a oferta de assentos na rota Brasil–EUA, trocando seus bimotores 767 pelo gigante quadrimotor 747-400. A Delta opera 35 frequências semanais no Brasil. A companhia, sócia minoritária da Gol, nesse período de crise econômica mundial só tem conseguido crescer no mercado latino-americano. 


Avanço em Viracopos


A empresa Aeroportos Brasil Viracopos, que administra o aeroporto internacional de Campinas, anunciou que até o fim de 2013 estará pronta a segunda pista, que funcionará como pista auxiliar. Não poderá operar simultaneamente à principal – pelas dimensões e localização –, mas impedirá o caos como o de outubro passado, quando um pneu furado de um jato cargueiro, na aterrissagem, bloqueou a única pista atual por 45 horas, levando ao cancelamento de 500 voos.


GASTRONOMIA - Terror em Nova York


Uma das capitais foodies do mundo, Nova York tem grandes restaurantes, importantes chefs e grande marketing gastronômico. O que nem todos sabem é que poucos passam incólumes pela inspeção anual da vigilância sanitária municipal. O jornal The New York Times criou um mapa interativo no qual se pode ver a atual classificação de cada restaurante e o laudo da última inspeção. Digite o nome do seu restaurante preferido e prepare-se. Nem o venerável The Four Seasons, há 50 anos instalado na rua 52 e conhecido por congregar famosos e milionários em seus power lunches, escapa, embora com pecados veniais. Há casos de puro terror. 


http://www.nytimes.com/interactive/dining/new-york-health-department-restaurant-ratings-map.html?ref=dining


PAUSA - Café em Paris


A onda do café de qualidade chegou à capital francesa com força total. Há uma dúzia de locais onde o prazer do café expresso à italiana – denso, cremoso, aromático – é cultivado de modo litúrgico. O mais notável deles talvez seja o Malongo Café, no número 50 da Rue Saint-André des Arts, no Quartier Latin. Tem um extenso cardápio de expressos e cappuccinos para consumo lá mesmo e também vende uma variedade incrível de máquinas para expresso, cafeteiras de pressão ou extração e moedores, dos mais artesanais aos mais tecnológicos. Vende, também, café em grãos ou moído na hora, proveniente de uma dúzia de países da América Latina, África e Ásia. Mais: se você quiser levar seu café verde, ele pode ser torrado na sua frente em poucos minutos.


 www.malongo.com



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   De olho no mundo
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   O mundo é Azul
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Passage to India
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados