Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Quarta, 23 de Maio de 2018

 

30/08/2012

Missão da OEA encerra primeira fase de observação da situação política do Paraguai

Os observadores da Organização dos Estados Americanos concluem que só com transparência total nas eleições será possível restabelecer as alianças do país na região

Em 21 de abril de 2013, cerca de 3 milhões de paraguaios vão às urnas escolher o presidente, o vice-presidente, governadores e parlamentares. A missão da OEA encerrou hoje o trabalho de investigação sobre a situação política no Paraguai, neste período que antecede as eleições. Ontem, os observadores estrangeiros se reuniram com representantes do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE) e do Congresso Nacional do Paraguai, que se comprometeram trabalhar em conjunto com os observadores durante as eleições. O chefe de gabinete do Secretaria-Geral da OEA, Hugo de Zela, disse que a promoção de eleições de forma transparente servirá para que as nações, que fazem restrições atualmente ao Paraguai, possa mudar de posição. Em dezembro, a organização enviará uma missão que ficará até abril no país e será chefiada pelo ex-presidente da Costa Rica Oscar Arias. O Paraguai foi suspenso do Mercosul e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) porque os líderes regionais desconfiam de que a destituição do então presidente Fernando Lugo do poder, em junho, tenha rompido com a democracia.


Fonte: Agência Brasil



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   Passage to India
29/09/2015 -   A bigger share, please?
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados