Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Quarta, 18 de Julho de 2018

 

29/08/2012

Tecnologia do Censo 2010 vai ajudar na retomada das eleições na África

IBGE passa informações a institutos de pesquisa e representantes de 10 países africanos em seminário que ensina a tecnologia desenvolvida pelo Brasil

Maria Vilma Salles Garcia, coordenadora do IBGE

Está em curso no Rio de Janeiro o Seminário sobre a Experiência do Censo 2010 População no Brasil e na coleta de dados em países em Situação de Emergência e de pós-crise,  que reúne representantes de dez países da África, América Latina e Caribe,para compartilhar experiências sobre as principais etapas de uma operação censitária, desde a sua concepção, incluindo a elaboração da base territorial e cartográfica, a coleta de dados com o uso de inovações tecnológicas como o PDA – Personal Digital Assistant, até a divulgação e avaliação dos resultados. O evento é organizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, no âmbito do Programa de Cooperação Sul-Sul, um dos eixos prioritários do novo ciclo programático da agência para os próximos quatro anos com o Brasil. Conta ainda com o apoio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).


Ontem, o grupo saiu a campo visitando postos de coleta no Rio de Janeiro e ao longo do planejamento do Censo 2010, o IBGE contou com a participação de representantes de institutos de estatística de vários países e organismos internacionais, que acompanharam diversas fases do trabalho e realizaram observações para o desenvolvimento das tarefas. D hoje até sexta-feira, todos se sentam para avaliar e discutir a tecnologia. De acordo com o ministro de Planejamento Nacional e Desenvolvimento da Somalilândia (região da Somália que se autoproclamou independente em 1991), Osman Warsama, as informações do encontro serão fundamentais para a elaboração do primeiro censo populacional. “Essa experiência está sendo muito boa, pois levaremos para casa e teremos algum tempo para colocá-las em prática”, disse o ministro. O representante do Instituto Nacional de Estatística de Moçambique, António Adriano, disse que já no primeiro dia de apresentações identificou vários aspectos que devem ser incluídos no quarto recenseamento do país, previsto para 2017. “As fases exploratórias para a definição do questionário certamente são passos importantes que tentaremos implementar no próximo censo”.


A coordenadora do IBGE ressaltou que o Brasil já fez alguns acordos de cooperação técnica “Emprestamos ao Senegal mais de 20 mil PDAs  e devemos dar apoio na parte tecnológica e metodológica”, conta. “Também demos um grande apoio para Cabo Verde, mandamos uma equipe para ajudar na coleta de dados, no preparo da logística. E mais recentemente em São Tomé e Príncipe, com a construção de um mapeamento totalmente digital, pois eles só tinham uma carta de 1950, até a feição do questionário, coleta de dados, empréstimo de equipamentos”, completa.  Após quase 40 anos sem fazer o censo, devido principalmente à guerra civil que assolou o país, Angola também terá apoio técnico do IBGE para a pesquisa populacional prevista para 2013.


Fonte: IBGE
Fotos: div.IBGE



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados