Revista PIB

Faça da Revista PIB a sua home page Sábado, 21 de Abril de 2018

 

24/08/2012

Brasil pode deixar de importar cacau em cinco anos

Previsão é da indústria que processa o produto, feita a partir do aumento da produção da fruta no estado do Para

Tegani: Pará poderá suprir nossa demanda

O governo do Estado quer dobrar a produção de cacau no Pará até 2020. Para isso, implantou o Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Cacauicultura. A área ocupada com cacau no Estado aumentou, de  de 110 mil hectares (ha) em 2011 para 120 mil ha em 2012. A produção que era de pouco mais de 60 toneladas anuais deve chegar a 70 mil toneladas este ano. A produtividade também aumentou no Para. Segundo informações da Secretaria de Agricultura do Estado (Sagri), subiu de 800 quilos por hectare para 900 kg por hectare. Com o avanço que já ocorreu, Walter Tegani, secretário executivo da Associação das Indústrias Processadoras de Cacau (Apic), acredita que em cinco anos o Pará poderá começar a suprir a necessidade da indústria, que hoje tem de importar o produto.


Fonte: Sagri
Crédito/foto: Agência Senado/Waldemir Rodrigues. Capa: Ascom/ES



28/06/2016 -   FIESP destaca a importância da logística para a retomada do crescimento
02/05/2016 -   Movimat divulga detalhes da feira de setembro
31/03/2016 -   Em 15 anos, a Votorantim e a Intercement chegaram ao grupo dos 20 maiores produtores do mundo
03/10/2015 -   A Ásia são muitas
03/10/2015 -   Restaurantes, galerias, praias e parques de Miami
03/10/2015 -   O caminho da diferença
03/10/2015 -   O mundo é Azul
03/10/2015 -   Voando sobre o mundo
03/10/2015 -   De olho no mundo
01/10/2015 -   Um Calatrava no Rio
29/09/2015 -   A bigger share, please?
29/09/2015 -   Hungry and with a big appetite
Totum Editora Revista PIB - 2009 © Todos os Direitos Reservados